Dicas

Box de vidro é perigoso? Entenda como ter segurança

box de vidro é perigoso

Seja para dar um charme a mais ao banheiro, seja para conferir um toque de praticidade, a escolha do box adequado sempre gera algumas dúvidas. Quem tem crianças em casa, inclusive, precisa ter cuidado redobrado. Afinal, os pequenos são ainda mais suscetíveis aos acidentes domésticos.

Na hora da compra do item, é comum surgir a dúvida: o box de vidro é perigoso? Será que existem maneiras de evitar acidentes no local em que ele foi instalado? É possível ter segurança com ele? Neste post, responderemos a todas essas questões. Acompanhe!

Conheça os principais tipos de vidros de segurança para box

Antes de nos aprofundarmos na questão dos possíveis perigos do box de vidro, é importante explicarmos os diferentes vidros que existem hoje no mercado. Vale ressaltar que não é todo e qualquer tipo de material que pode ser aplicado no boxe.

De acordo com as normas ABNT NBR 14207, o vidro precisa ser de segurança, ou seja, temperado ou laminado. Então, quando a pergunta é se o box de vidro é perigoso, a resposta dependerá do tipo de material com o qual ele foi feito.

O vidro temperado, por exemplo, recebe esse nome porque passa por um processo de aquecimento e resfriamento rápido. Isso faz com que ele seja mais resistente quando comparado ao vidro comum. O vidro laminado, por sua vez, é composto por mais de uma peça de vidro, que é interligada à uma ou mais camadas intermediárias. Nesse caso, caso o viro se quebre, os cacos ficarão presos à essa camada (isso evita ferimentos).

Veja se é possível reduzir os riscos de acidentes causados pelo box

Uma das ações mais importantes para assegurar o uso do box de vidro é ter atenção à manutenção. Como o item é usado diariamente (e mais de uma vez ao dia), é comum que algumas peças se desgastem, necessitando a troca imediata.

É importante ressaltar que quando o vidro é danificado, a quebra total pode não acontecer na hora. No entanto, o material fica menos resistente, podendo, até mesmo, causar a quebra inesperada. E como o consumidor nem sempre consegue identificar com exatidão o desgaste natural da peça, existe a norma técnica.

Nesse caso, o destaque vai para a ABNT NBR 14207 – Boxes de banheiro fabricados com vidros de segurança. Ela diz que a manutenção preventiva precisa ser feita a cada um ano. Nesse sentido, deve-se chamar um vidraceiro profissional para que ele verifique as condições do vidro. Essa medida, portanto, garante o uso seguro do box de vidro, reduzindo as chances de acidentes.

Saiba quais medidas tomar para manter a segurança do box de vidro

Como vimos até aqui, a pergunta: o box de vidro é perigoso? Tem a resposta muito clara: não, desde que o item seja fabricado em material seguro e, claro, passe por manutenções periódicas (realizadas sempre por um profissional).

Além disso, há algumas medidas que podem ser feitas a fim de manter diariamente a segurança do box de vidro. Uma das mais importantes envolve um fornecedor confiável, com reputação positiva no mercado. Ao adquirir um box de vidro, exija sempre a nota fiscal do produto, informe-se sobre as normas técnicas ABNT e verifique se a loja está de acordo com essas normas.

Após a instalação do box, aguarde 24 horas para a utilização. Isso garante que o item seque corretamente, sem riscos de soltura. Ainda sobre as medidas de precaução, informe a todos os moradores da casa sobre os cuidados com o item. Ou seja, evitar bater no box com objetos pontiagudos, não se apoiar ou se pendurar nele. Tem crianças em casa? Então deixe um adulto sempre por perto.

Investir no box de vidro por conta da beleza que ele dispõe no banheiro e, claro, da praticidade na hora da limpeza é sempre indicado. Para garantir maior durabilidade e evitar as chances de acidentes, basta seguir as indicações deste post e aproveitar ao máximo a hora do banho!

Gostou do post? Suas dúvidas foram esclarecidas? Então, agora que você já sabe se o box de vidro é perigoso, deixe o seu comentário abaixo e compartilhe a sua opinião com outros leitores!

Achamos que você pode gostar...

2 Comentários

  • Responder
    Bruno Silva
    18 de julho de 2019 at 09:33

    Muito bacana o seu artigo. Super completo e detalhado. Vou continuar acompanhando o blog.. Parabéns!

    • Responder
      Digital Blog
      18 de julho de 2019 at 10:07

      Obrigado, Bruno.
      Sempre trazemos novidades na área de arquitetura e design de interiores.
      Continue acompanhando nosso blog e nossas redes sociais.
      Até.

Responda