Dicas

Descubra como aliar segurança e conforto no seu lar

conforto

Quando pensamos em decoração, imediatamente surgem os conceitos de estética e conforto. A segurança, nesse caso, não costuma ser prioridade. Mas especialistas em design de interiores garantem que é totalmente viável aliarmos todos esses fatores.

A ideia é juntar toda a segurança para as crianças e para os idosos, por exemplo, às propostas de beleza e conforto no seu lar. O uso de certos elementos deve ser evitado, como os desníveis no chão ou no piso.

São vários os aspectos a se considerar ao criar ou reformar ambientes com conforto e segurança. Listamos aqui os principais deles. Confira!

Elimine os perigos do chão

O chão costuma preocupar pais ou quem convive com idosos, ou mesmo pessoas com necessidades especiais. Ele pode, por exemplo, ser um perigo para o pequeno que está aprendendo a andar. Antes de apelar a carpetes e tapetes por serem tão macios, um alerta: os pisos mais eficientes são os que não juntam poeira, como os de vinil.

Muito pó pode prejudicar a parte respiratória das crianças, interferindo em seu desenvolvimento. Portanto, evite qualquer opção de piso que tenha vãos ou superfície que atraia muita poeira. Para haver conforto no seu lar, muitas vezes, o mais simples e plano será a solução.

Opte pelo prático das tintas

Mesmo que o papel de parede pareça ser uma ótima proposta visual, pense duas vezes. Apesar de ser bonito e ajudar em algumas situações danosas, não é a melhor opção para os pais.

O mais prático é buscar a tinta acrílica para o revestimento das paredes do quarto de seus filhos. A durabilidade é maior e ela resiste bem ao sol e à água. Tenha em mente que, apesar de tratar-se de quarto infantil, as cenas que se passarão dentro dele serão bastante inusitadas.

Líquidos são derramados dos modos mais improváveis possíveis. Então, a funcionalidade deve existir para os pequenos, assim como a praticidade para quem for limpar.

Pense em uma boa iluminação

A luz é um fator que pede atenção especial aos pais também. Quando muito intensa e direta, ela pode aumentar a produção de melatonina. Esse é um hormônio essencial para manter o sono adequado. Luz artificial fora dos horários certos pode vir a desregular o relógio natural de seu filho. Assim afetando seu bom desempenho no dia a dia.

O mais adequado é usufruir o máximo possível da iluminação natural. Para isso, talvez seja necessário o aumento no tamanho das janelas. Essa pode ser uma tarefa mais complicada para quem mora em prédio, mas há boas alternativas. Invista em tons mais claros para a pintura do ambiente. Assim, amplia-se a noção espacial do local.

Escolha a mobília funcional

Unir o funcional com o seguro deve ser prioridade para garantir o conforto no seu lar. Portanto, se você tem filhos, dê prioridade para o móvel que é criado especificamente para tais cômodos.

Repare que o mobiliário desenhado especialmente para os quartos infantis traz ótimas soluções. A trava em gavetas impede que elas caiam sobre os pequenos que se penduram nelas. Sem contar que as bordas curvas, sem pontas acentuadas, são fundamentais para que não ocorram lesões nesses casos.

Lembre-se da boa acessibilidade

Ao mesmo tempo em que a criança cresce, ela também se torna cada vez mais curiosa. Além disso, o nível de independência do pequeno, ao tomar decisões, ficará maior. É essencial que este cômodo tenha uma boa acessibilidade.

Pode-se tornar o quarto mais acessível de diversas maneiras. Uma delas é a partir do uso de prateleiras para brinquedos que estejam à determinada altura. Assim, evitam-se aventuras que podem terminar em lesões.

Deixar os ambientes seguros e funcionais sem perder o conforto no seu lar pode parecer um grande desafio. Porém, seguindo algumas premissas básicas, você tem tudo para acertar. Pense sempre nas mais diversas situações que podem ocorrer em cada cômodo da casa.

Gostou de nossas dicas sobre segurança aliada a conforto? Então, confira algumas ideias incríveis para tornar a sua varanda um local seguro e ideal para as crianças.

Achamos que você pode gostar...

Sem comentários

    Responda